top of page

O relacionamento a longo prazo que o fará poupar mais


Relacionamento profissional

Encontramo-nos numa era de profunda orientação para o consumidor que, por vezes, ficamos tão focados em adquirir novos clientes, estender a nossa marca e ganhar um novo mercado que nos esquecemos de questionar se isso é verdadeiramente rentável.


Imagine o seguinte cenário: preferia continuar a trabalhar com um cliente já conhecido ou gastar recursos para cativar um novo?


O famoso conceito de fidelização abarca um conjunto de valores que se aplicam no dia a dia e que, facilmente, se conseguem transpor para a cultura do seu negócio. O mais importante deles é a lealdade. Acaba por ser um relacionamento a longo prazo, mas que lhe trará grandes benefícios.


E, se não se acredita em nós, confie na referência internacional de marketing Philip Kotler que captou a atenção de todos os querem otimizar o seu negócio: "Conquistar um novo cliente custa entre 5 e 7 vezes mais do que manter um atual".


Tudo o que é necessário é uma boa estruturação do marketing relacional. As estratégias por trás destas duas palavrinhas permitem construir uma ligação entre o cliente e o consumidor. Fique atento às principais razões para apostar na fidelização!


Razão nº 1: O cliente vai comprar de novo: Uma vez que captou a atenção do cliente e este conseguiu comprovar a qualidade, o nível de serviço de atendimento ou outro aspeto qualquer em que a sua marca se destaca, já ganhou a confiança do consumidor.

Razão nº 2: O passa a palavra espontâneo: se o cliente considera o seu produto/ serviço como favorito, ele fará indicações ao seu círculo social. Torna-se uma boa maneira de lucrar com publicidade gratuita.

Razão nº 3: Aumento do valor médio por compra: para além do bónus da frequência de compra, o valor que o consumidor tende a gastar, quando confia na marca, é maior.

Razão nº 4: A receita torna-se previsível: se, por exemplo, gere um empreendimento turístico, ao conhecer o período de férias que os seus clientes tiram, saberá quando esperar marcações e receitas.

Razão nº 5: Feedbacks honestos: como o cliente já está envolvido na experiência que o seu produto/serviço oferece, vai fazer tudo o que está ao seu alcance para aconselhar de modo a obter uma melhor experiência. Consequentemente, você conseguirá aprimorar o negócio.

Agora que sabe a importância de manter um cliente, suponho que a próxima questão seja: “Como se estabeleceria tal ligação num mundo onde cada vez mais as pessoas se distanciam umas das outras?”


De modo a fidelizar um cliente, tem de satisfazê-lo. Ou seja, é necessário continuar e aprimorar as características do seu negócio que o cliente não dispensa, enquanto isola particularidades que possam diferenciar e salientar o seu produto/serviço da concorrência.


Para isso deve criar uma experiência única, dado que cada cliente é um cliente e tem uma perspetiva diferente do valor que lhe pode entregar. Por isso todos os detalhes devem ser analisados. Para fidelizar tem de conhecer o cliente, sabendo os seus desejos, motivações e antecipando as suas necessidades.


Contudo, não confunda satisfação com fidelização! Um cliente satisfeito poderá recorrer à concorrência, enquanto um fidelizado estabelece barreiras à concorrência.

Quer saber mais? Fale connosco.


5 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page